A diferença entre artistas populares no Brasil, Estados Unidos e Angola – Jaime Mc
A diferença entre artistas populares no Brasil, Estados Unidos e Angola – Jaime Mc
Jaime MC

A música é uma expressão cultural poderosa que reflecte a sociedade, os valores e as experiências de um povo. Hoje vamos explorar as diferenças entre artistas populares do Brasil, Estados Unidos e Angola, com foco nos artistas Gerilson Insrael e Oruan.

BRASIL: Responsabilidade social e diversidade de temas

Os artistas brasileiros são conhecidos por sua diversidade de estilos musicais. Eles cantam sobre festas, amor, luxo, mas também abordam questões sociais e políticas.

A responsabilidade social é uma característica marcante. Mesmo ao criar músicas animadas, muitos artistas brasileiros têm um senso crítico em relação à realidade do país.

Eles frequentemente se envolvem em campanhas sociais, usam sua influência para conscientizar sobre problemas como desigualdade, violência e meio ambiente.

ESTADOS UNIDOS DE AMÉRICA: Influência global e engajamento social

Os artistas dos EUA têm uma influência global significativa. Seu alcance é vasto, graças à indústria musical bem estabelecida e à cultura pop.

Muitos artistas norte-americanos também são activistas sociais. Eles usam suas plataformas para falar sobre questões como racismo, direitos civis, saúde mental e igualdade.

A responsabilidade social é valorizada, e os artistas frequentemente se envolvem em causas humanitárias e filantrópicas.

ANGOLA: Desafios e complexidades

Angola tem uma rica cena musical, com gêneros como Semba, Rap-HIP Hop, kuduro, kizomba e zouk…

Os artistas angolanos enfrentam desafios únicos. Muitos não têm uma posição social consolidada e enfrentam dificuldades económicas.

Alguns artistas mediáticos de Angola preferem evitar questões políticas, talvez por receio de represálias ou por não quererem se envolver em polêmicas.

No entanto, quando um artista internacional denuncia a pobreza extrema e precariedade dos angolanos, isso pode causar escândalo, revelando as complexidades do contexto social e político do país.

Em resumo, cada país tem sua própria dinâmica musical e desafios sociais. Os artistas, independentemente de sua origem, têm o poder de influenciar e criar conexões significativas com seu público.

A responsabilidade social e o engajamento variam, mas a música continua sendo uma linguagem universal que transcende fronteiras e culturas.

Portanto, o artista é um agente de mudança cultural, um contador de estórias e um catalisador para a reflexão. Seu papel vai além de vender bilhetes para shows e CDs; é uma responsabilidade de impacto social e cultural.

*Rapper e Activista dos Direitos Humanos

Siga-nos

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido