Activista Tanaice Neutro em greve de fome na cadeia
Activista Tanaice Neutro em greve de fome na cadeia
Tanaice Neutro

O activista angolano Gilson da Silva Moreira, mais conhecido por “Tanaice Neutro”, deu início a uma greve de fome na Comarca de Kakila, sob o lema “Liberdade ou Morte”. A acção, iniciada a 27 de Fevereiro, tem como o objectivo chamar atenção sobre a morosidade do processo judicial em que está envolvido.

Segundo o Club-K, a greve de fome foi motivada pela informação de que o recurso interposto pelo seu advogado ainda não subiu para o tribunal da segunda instância para ser avaliado. Os familiares, alegam que o processo foi engavetado pela juíza Maria Vangui Pascoal, que julgou o caso e condenou os quatro activistas em obediência por “ordens superiores”.

Tanaice Neutro encontra-se na Comarca de Kakila, local de difícil acesso. A situação se agrava com a gravidez avançada da sua esposa, responsável por levar-lhe alimentação. A cada dia que passa, o estado de saúde de Neutro se deteriora.

Familiares de Neutro alertam que, caso algo lhe aconteça durante a greve de fome, o Presidente João Lourenço será responsabilizado.

Tanaice Neutro é um activista conhecido por sua luta pelos direitos humanos e pela justiça social em Angola. A sua greve de fome coloca em destaque a morosidade do sistema judicial angolano e a necessidade de garantir um julgamento justo e célere para todos os cidadãos.

Paralelamente, o activista Luaty Beirão denuncia a conduta da juíza Maria Vangui Pascoal no caso dos presos políticos Adolfo Campos, Gilson da Silva Moreira “Tanaice Neutro”, Hermenegildo André “Gildo das Ruas” e Abraão Pedro Santos.

Beirão destaca a falta de transparência no processo, incluindo a ausência de acesso à certidão da sentença por 15 dias, impossibilitando a interposição de recurso. Os advogados tiveram que permanecer no tribunal até finalmente receberem a sentença, em outubro de 2023. Até o momento, a juíza ainda não respondeu ao recurso, evidenciando uma manipulação injusta do sistema judicial e uma tentativa de reprimir a intervenção social.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido