Basquetebol: Técnico Clarós em fim de contrato
Basquetebol: Técnico Clarós em fim de contrato
treinador pep

Após o fim, no sábado, do contrato rubricado em 2020, o técnico Pep Clarós pode estar próximo da renovação com a Federação Angolana de Basquetebol (FAB).

Durante o Campeonato do Mundo, terminado recentemente no Japão, Indonésia e Filipinas, o presidente do órgão reitor da modalidade, Moniz Silva, afirmou não existirem razões para não continuar o vínculo contratual com o técnico.

“O Pep tem um contrato móvel. É um contrato que tem um valor quando está em actividade e outro quando não está em actividade”, disse.

Assim, o espanhol, de 53 anos de idade, pode vir a ser o seleccionador nacional no torneio Pré-olímpico, ser disputado em Fevereiro de 2024.

Ao serviço da Selecção Nacional, Pep Clarós liderou o grupo no torneio Pré-olímpico, em Kaunas (Lituânia), onde falhou o apuramento aos Jogos Olímpicos do Japão’2021.

Orientou o cinco nacional no Afrobasket 2021 em Kigali (Rwanda) com Angola a quedar-se na quinta posição, quando o objectivo era a conquista do título.

Em Kigali, a selecção esteve enquadrada no grupo A. Venceu a RDC, por 73-58, e baqueou com Cabo Verde (71-77) e com o Rwanda (68-71).

Nos oitavos-de-final, os hendecampeões africanos venceram o Egipto (70-62) e já nos quartos-de-final perderam diante do Senegal (74-79).

No recém terminado Campeonato do Mundo, o cinco angolano ficou no 26º lugar e falhou o apuramento directo aos Jogos Olímpicos de França “Paris`2024″ e terá agora de disputar o torneio Pré-olímpico para tentar presença na maior manifestação desportiva do mundo.

Nas Filipinas, na fase regular, Angola perdeu para a República Dominicana (67-75), com a Itália (67-81) e obteve uma vitória frente aos anfitriões (80-70).

Já nas classificativas do 17º a 32º lugar, novos desaires com a China (76-83) e com o Sudão do Sul (78-101).

Desde a sua contratação, o treinador Clarós enfrentou contrariedades decorrentes de uma onda de descontentamento por parte da sociedade desportiva, pela ausência de alguns atletas, considerados necessários.

A sua estratégia de renovação, em consenso com a FAB, nem sempre foi bem entendida, fundamentalmente quando prescindiu de jogadores como Carlos Morais, Yanick Moreira, Jony Pedro e Valdelício Joaquim.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido