Bento Kangamba culpa FAF pela derrota do Kabuscorp diante do Petro de Luanda
Bento Kangamba culpa FAF pela derrota do Kabuscorp diante do Petro de Luanda
kangamba1

O Petro de Luanda derrotou, no sábado, por 3-2, no Estádio 11 de Novembro, na capital do país, o Kabuscorp do Palanca, durante à abertura da 27ª jornada do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão (Girabola2023/24).

Os golos foram marcados por Guedes (10′), Kinito (19′) e Gilberto (56′), enquanto Castro (67′, penalte) e Dasfaa (69′) pelos contrários.

No final do jogo, o presidente do Kabuscorp do Palanca, Bento Kangamba, afirmou que o problema administrativo com a Federação Angolana de Futebol (FAF), no inicio da época, impossibilitou melhor arrumação do plantel e os consequentes maus resultados.

O líder do clube do Palanca disse que tal facto influenciou na contratação de atletas, resultando daí uma equipa incapaz de responder com o objectivo de conquista do título no Girabola’2023-34, reconheceu, no entanto, que o Petro está melhor em relação a sua formação.

“Não tivemos tempo de preparar uma boa equipa por causa dos litígios com a FAF, no arranque da epoca’2023-24”, reiterou.

Contudo, prometeu que o seu conjunto voltará mais reforçado na próxima temporada, com vista a fazer frente aos seus principais rivais na luta pela conquista da prova, citando o Petro e 1.° de Agosto como exemplos.

Por sua vez, o treinador do Petro de Luanda, Alexandre Santos, lamentou alguns lances mal abordados pelo árbitro Aílton Carmelino, referindo que afectou negativamente o seu plantel.

Acrescentou que o Petro tinha tudo para dilatar o resultado, mas que não foi possível alegadamente devido a actuação do juíz.

Com esta vitória, o Petro de Luanda soma 57 pontos, na primeira posição, ao passo que o Kabuscorp é o quarto, com 42 pts.

Siga-nos

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido