Caso IURD: Governo angolano vs favorecimento ao Edir Macedo – Rodrigues Cama
Caso IURD: Governo angolano vs favorecimento ao Edir Macedo - Rodrigues Cama
Iurd

Em que país estamos? Que dirigentes temos? Será que os Angolanos da IURD têm mesmo apoio na sua Pátria? Se fosse no Brasil, qual seria o posicionamento da governação brasileira, se angolanos fizessem 50% dos crimes que Edir Macedo cometeu cá?

São perguntas que faço, porque o cenário é deveras preocupante, pelo que se vê nas redes sociais e midia diversa.

Os angolanos da IURD, ala reformista, denunciaram crimes que Edir Macedo do Brasil orquestrava, como autor moral, transformando muitos desses pastores reivindicadores, como autores materiais dos mesmos.

Denúncias estas provadas em fórum do Tribunal Dona Ana Joaquina, crimes como:

  • EVASÃO DE DIVISAS que tanto prejudicou nossa economia;
  • VASECTOMIA imposta aos Pastores de forma forçosa;
  • ABUSO DE CONFIANÇA gozando da boa fé dos Angolanos em troca de maus tratos aos mesmos;
  • ENTESOURAMENTO ILÍCITO DE CAPITAIS
  • BRANQUEAMENTO DE CAPITAIS e etc;

Parece que a nossa governação tem uma memória muito fraca, que já nem mais se lembram do programa exibido na TPA, no Programa NA LENTE, encabeçada por Manuel Cambingano.

Crimes discutidos em fórum da Assembleia Nacional na 7.ª Comissão (a dos Direitos Humanos), junto do próprio Ministério da Cultura, Ambiente e Turismo, na época, incluindo o Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos, concluindo haver altos indícios de crimes, nas acusações que foram comprovados em fórum Judicial. Gerando a condenação do então líder Brasileiro na época de nome Honorilton Gonçalves.

Parece que a sina volta a perturbar os Pastores da IURD reformada, mas agora com cenário diferente.

Como pode o nosso Governo apoiar de forma aberta e descarada essa corja de Edir Macedo em prejuízo dos Angolanos?

Foi pouco aos vossos olhos Srs. governantes fundamentalmente :

  • Dr. Filipe Zau, ministro da Cultura;
  • Dr. Macyr Lopes, ministro da Justiça;
  • Sr. Eugénio Laborinho, ministro do Interior;
  • Sr. Manuel Homem, governador de Luanda e tantos outros não citados.

É pouco que Edir Macedo fez aos angolanos? Será que temos que acumular mortes entre angolanos por causa de Edir Macedo?

Será isso que aguardam Srs governantes?

Não vedes que este vosso comportamento só veio atiçar ainda mais a desunião entre as alas?

Se é sangue que quereis, parece que é isso que tereis, pois não estais fazendo caso deste conflito, quando sobre vossas mãos tínheis tudo para apaziguá-lo, mas vós preferistes ignorar a situação favorecendo um confesso criminoso.

Não bastaram os sofrimentos da escravatura, da guerra civil apoiada e financiada por estrangeiros, a crise económica e social que se abate no país?

Agora favorecer Edir Macedo para continuar a perpetuar o sofrimento dos angolanos afectos a IURD com vosso apoio directo?

Isso não esperávamos, esperava-se tudo, menos ver nossos dirigentes que confiamos a defesa da nossa integridade, nosso patriotismo se venderem á um corrupto como Edir Macedo!

Já não sabemos mais quem defenderá a integridade e o patriotismo desses angolanos, crentes afectos a IURD que só pedem independência do jugo neo-esclavagista gospel criado por Edir Macedo e bem representado por angolanos sem senso patriótico como Alberto Segunda, Miguel Ferraz, Pascoal Sandreno, João Mário, e companhia Lda, confessos Proselitos do Sr Edir Macedo.

Se lutar para dignificar o bom nome de Angola agora é crime, então vossas excelências estais no lugar errado. Um dia a História vos irá julgar da pior forma possível.

Estou muito triste com esse vosso posicionamento enquanto nossos dirigentes, se é que assim vos posso considerar.

Siga-nos

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido