Chefe do Gabinete do director dos RH do MININT detido por assalto de 154.500 dólares – Lidera grupo de meliantes que assaltam estrangeiros
Chefe do Gabinete do director dos RH do MININT detido por assalto de 154.500 dólares – Lidera grupo de meliantes que assaltam estrangeiros
Elton Ribeiro

O Serviço de Investigação Criminal (SIC), em Luanda, deteve, recentemente, o chefe do gabinete do Director dos Recursos Humanos do Ministério do Interior, o superintendente-chefe Elton John da Silva Leitão Ribeiro, de 35 anos de idade, sob acusação de ter liderado um grupo de meliantes – composto por efectivos da polícia nacional, SIC e FAA – que assaltou cerca de 154.500 dólares a um cidadão de nacionalidade somali, de nome Abdi Mohamud Ahmed, de 41 anos de idade.

O crime, de acordo com dados do SIC-Luanda, terá ocorrido na manhã do dia 7 de Setembro, no distrito urbano do Sambizanga, município de Luanda, num escritório, onde o oficial terá simulado uma operação com mais três efectivos que trajavam coletes do SIC, para tirar dinheiro da vítima.

Segundo a fonte primária, o portal Na Mira do Crime, o superintendente-chefe Elton Leitão Ribeiro simulou efectuar uma visitar a Abdi Mohamud Ahmed, no seu local de trabalho, e, poucos minutos depois, o local do encontro foi invadido por supostos efectivos do SIC, alegando que estavam numa operação devidamente credenciada e autorizada.

Na acção contínua, os marginais (trajados com uniforme do SIC), algemaram o cidadão somali e receberam o dinheiro que estava em sua posse, num total de 154 mil e 500 dólares. Na sua retirada, os supostos efectivos do SIC raptaram Abdi Mohamud Ahmed, durante algum tempo, tendo sido abandonado algures nas ruas do Sambizanga.

Diligências feitas pelos operacionais do SIC, foi possível desmantelar parte do grupo, e foram detidos os seguintes cidadãos:

Elton John da Silva Leitão Ribeiro, na posse de 22.7OO dólares, dos 41 mil que beneficiou da divisão do dinheiro roubado.

Carlos Teodoro Lopes Moreira, “Ti Vavá”, de 52 anos de idade, Capitão das F.A.A., colocado no Comando Militar do Grafanil, na posse 1400 dólares e ainda 300 mil kwanzas, dos dez mil dólares que se beneficiou.

Tomás António Fernandes Manassa “Kembo”, de 40 anos de idade, 3º. Subchefe dos Bombeiros, colocado na Direcção de Infra-estruturas e Equipamentos, em posse de três mil dólares, dos cinco mil que recebeu.

Benvindo Lutanádio Nanga, ostenta patente de intendente, é, até antes de ser detido, comandante da Esquadra do Bairro Operário (2ª. Esquadra), em posse três mil e 900 dólares, perfazendo assim um total de 31 mil dólares norte-americanos.

Sabe-se que, ao serem submetidos a inquérito de cariz policial, estes confessaram linearmente a prática do crime, alegando que o grupo era composto por 12 indivíduos, dos quais nove encontram-se foragidos.

Siga-nos

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido