Concerto “Olundongo no Lwandu” marca regresso de Ndaka Yo Wiñi a Angola após 5 anos
Concerto "Olundongo no Lwandu" marca regresso de Ndaka Yo Wiñi a Angola após 5 anos
Ndaka Wini

A sétima edição do concerto musical “Olundongo no Lwandu” marcará o regresso do músico, compositor e pesquisador Ndaka Yo Wiñi a um palco em Angola, após cinco anos fora do país.

O evento, agendado para os dias 28 e 29 deste mês na Casa das Artes (Talatona), contará com a participação de artistas convidados, incluindo Filipe Mukenga, Ângela Ferrão, Mito Gaspar e Branca Celeste. A abertura ficará a cargo do grupo Ancestral Ndimbo.

De acordo com o produtor do concerto, Alfredo Afonso, que falou esta quinta-feira em conferência de imprensa, o grupo Ancestral Ndimbo dará as boas-vindas a Ndaka Yo Wiñi após a sua digressão pelos Estados Unidos da América, Canadá e África do Sul.

Afonso destacou que a produção do evento cumprirá todas as exigências do artista, que não foram atendidas em edições anteriores, como a iluminação reduzida no palco e outros elementos que refletem a ancestralidade e a cultura angolana.

Ndaka Yo Wiñi explicou que o objetivo do concerto “Olundongo no Lwandu” é honrar os ancestrais e garantir a participação dos músicos na preservação da cultura. O nome “Olundongo no Lwandu”, que significa “dança sobre o luando” e pressupõe “ritmo ancestral do berço”, foi inspirado nos instrumentos descobertos durante a sua pesquisa sobre a oralidade, baseada em quatro pilares: canto, conto, provérbio e imigração dos sotaques.

“Olundongo é um adjetivo derivado de olungo, um género de dança cuja estética da oratura (conjunto de contos, lendas, poemas, provérbios) provém das canções e danças tradicionais. Ela é caracterizada por três diferentes tipos de movimentos”, acrescentou Ndaka.

Ele revelou que esses movimentos foram centrais para o seu estudo dos ritmos africanos, que ele adaptou para que as suas canções permanecessem enraizadas nas tradições culturais.

Sobre o “Lwandu”, Ndaka mencionou que representa o berço utilizado por muitos africanos nos primeiros dias de vida, entre outros significados.

O artista adiantou que, durante o evento, será apresentada uma das músicas gravadas no Canadá, demonstrando que pode ser adaptada ao ritmo local.

Ângela Ferrão, uma das convidadas, expressou a sua satisfação por ter sido convidada e por se identificar com o cantor anfitrião, garantindo que os preparativos para o espetáculo estão a decorrer conforme planeado.

Siga-nos
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
error: Conteúdo protegido