Horácio dos Reis abre processo-crime contra ‘aspirantes a jornalista’ da rádio Global
Horácio dos Reis abre processo-crime contra 'aspirantes a jornalista' da rádio Global
jornalistas

O director geral da Rádio Despertar, Horácio dos Reis, prevê levar ao tribunal, nos próximos dias, os aspirantes a jornalista, João Walter dos Santos, José Magalhães e Marcelino Gimbi, colaboradores da Rádio da Global, para responderem sobre os crimes de Difamação e Calúnia, tipificado e punível no Código Penal Angolano. Na lista, consta igualmente o repórter do portal “Correio da Kianda“, António Sacuvaia.

Os visados estão a ser acusados pelo responsável da emissora de terem feito várias publicações nas redes sociais (WhatsApp e Facebook) e no portal, que violam os seus direitos fundamentais, manchando assim o seu bom nome.

Os aspirantes a jornalista e o repórter divulgaram, recentemente, nas redes sociais que o director da Rádio Despertar se apoderou de cerca de 30 milhões de kwanzas, que serviriam para pagar aos jornalistas que prestaram serviços ao maior partido da oposição.

Segundo os acusados, que citam fontes anônimas, os referidos valores foram pagos pela direcção da UNITA, no âmbito da campanha eleitoral. Os “caluniadores” dizem que, desde a sua chegada naquela emissora, Horácio dos Reis tem sido o promotor de instabilidade com os seus colaboradores.

Para sanar as acusações gratuitas, Horácio dos Reis constituiu o advogado Africano Kangombe para dar seguimento ao processo. “Vamos deixar duas queixas, uma ao tribunal e outra à Comissão de Carteira e Ética Angolano”, disse.

Quanto ao suposto desvio do dinheiro alocado para o tempo de Antena da UNITA, o director da Rádio Despertar disse que se trata de uma questão política com fins bem estudados, somente para sujar o seu bom nome.

Nos últimos tempos, o director da Rádio Despertar, estação com maior audiência em Luanda, tem sido alvo de ataques nas redes sociais para pressionar a saída daquele profissional na direcção daquele órgão de comunicação social, tido como pedra no sapato dos dirigentes do MPLA.

O Imparcial Press sabe que os aspirantes a jornalista, João Walter dos Santos, José Magalhães e Marcelino Gimbi tiveram passagem pela Rádio Despertar.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido