DG do Serviço Penitenciário preocupado com a sobrelotação prisional
DG do Serviço Penitenciário preocupado com a sobrelotação prisional
Serviço Penitenciário

Mais de 24 mil reclusos, entre detidos e condenados, encontram-se, actualmente, encarcerados em vários estabelecimentos penitenciários, em Angola, representando uma sobrelotação de cerca de três mil presos.

A informação foi prestada ontem, quarta-feira, 06, à imprensa, em Ndalatando, província do Cuanza Norte, pelo director-geral do Serviço Penitenciário, Bernardo do Amaral Gourgel.

O responsável falava à margem da cerimónia de apresentação do novo director provincial Cuanza-Norte do Serviço Penitenciário, Pedro Bernardo Sampaio, aos membros do Conselho Consultivo da delegação local do Ministério do Interior.

Na ocasião, recordou que o sistema penitenciário angolano é constituído, actualmente, por 41 estabelecimentos prisionais com capacidade total estimada em 20 mil lugares.

Sublinhou que a mitigação do problema da sobrelotação constitui um dos maiores desafios da sua instituição, que se pretende ultrapassar nos próximos tempos.

Afirmou que o país tem 11 estabelecimentos penitenciários em construção, sendo que, deste número, dois já concluídos serão inaugurados até final deste mês de Março.

Segundo Bernardo Gourgel, a entrada em funcionamento das duas unidades prisionais, nas províncias do Cuanza-Sul e do Moxico, vai permitir um aumento de cerca de mil 200 lugares e proporcionar melhorias nas condições de acomodação de reclusos.

Constitui outro desafio da instituição o aumento da produção agropecuária para assegurar a auto-suficiência alimentar dos estabelecimentos prisionais do país, disse.

Pedro Sampaio, o novo director da instituição no Cuanza-Norte, substitui no cargo Luís da Costa Dias, movimentado para exercer o mesmo cargo na vizinha província do Cuanza-Sul, depois de dirigir os destinos do órgão no Cuanza-Norte, durante três anos.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido