Egas Viegas considera injustas eleições no 1.º de Agosto
Egas Viegas considera injustas eleições no 1.º de Agosto
Egas Viegas

O candidato da lista A, Egas Viegas, derrotado nas eleições no 1.º de Agosto, realizada sábado, em Luanda, considera ter sido o acto injusto e eivado de irregularidades.

Vencido por Gouveia Sã Miranda (lista B) com 2.341 votos a favor, para o quadriênio 2024-28, o jurista de direito desportivo apontou situações que o levaram a retirar-se da corrida à liderança de um dos clubes mais emblemático de Angola.

O Imparcial Press divulga na íntegra a nota de renúncia de Egas Viegas:

FIM DA LINHA PARA A LISTA A

Saudações agostinas e patriotas,

Peço desculpas a todos que apoiaram o nosso sonho e milagre, mas tenho de ser homem o bastante para assumir que estão criadas as condições para não termos um pleito justo e democrático. Jogo a toalha ao tapete, não por sermos incapazes, mas porque renunciamos a ser cobaias e patos em festas alheias.

OS NOSSOS SACRIFÍCIOS PELO PRI NESSE PROCESSO ELEITORAL:

1 – Denunciamos e brigamos até vencer contra a implementação de um regulamento eleitoral que chamaram de Instrutivo.

2 – Após entregarmos a candidatura, discutimos com um membro da CE por causa de “lacrar o envelope”, no final uma outra lista entregou de igual modo.

3 – No acto da abertura das listas tentaram chumbar a nossa a todo o custo, fingiram não ver os nomes de quatros subscritores, inventaram que tinha documentos falsos, justificando que basta passar o dedo não sentem a assinatura, depois, para esconder a vergonha, receberam a cópia e disseram que essa era a original. ME MERECE, ANDO MUITO!

4 – Quando denunciamos sobre a não conformação da população votante por constarem nomes repetidos; uns tantos sócios não tinham os nomes na base e haviam militares na base dos civis, disseram ao povo que não provamos algo que lhes cabia apurar, mas ontem (28/03) assumiram o erro, por isso surgiu a inclusão de todos os sócios e dos militares.

5 – Ontem (28/03) pedimos que, por respeito a liberdade dos militares, estes não viessem em transportes das unidades, uma vez que ao serem sócios devem ser tratados como tal e não serem criadas condições que depois ficam literalmente amarrados, não aceitaram, porque sabem que até a maior parte da tropa está do nosso lado, não é por acaso que muitos militares subscreveram à nossa candidatura, AGRADEÇO MUITO IRMÃOS!

6 – Após quatro dias que procuramos saber os termos e condições do processo eleitoral, somente ontem é que decidiram sentar com os candidatos, uma desorganização organizada, aliás, fomos notificados quase às 21h da noite anterior para vir às 11h. NÃO SABIAM QUE ABRI MÃO DO MEU TRABALHO PARA TER TEMPO PARA ISSO.

7 – Hoje, no dia do ensaio, recusam-se a receber os nossos delegados com o falso pretexto da ausência do mandatário, quando foi assim acordado. Não é possível fazer parte do pleito sem os nossos delegados terem acesso a tudo, NÃO SOMOS AMADORES!

Ir ao pleito amanhã [sábado] é legitimar a ilegalidade, é ser palhaço, quando o amor pelo Pri não manda isso.

Essa luta deixou de ser nossa, a responsabilidade tornou-se maior, por isso é que não é justo ir brincar de eleições, por respeito aos milhares que deram as caras por nós.

Existe vida para além do poder e o amor pelo meu Clube não vai morrer por não realizarmos o nosso sonho, aliás, conforme vídeo anexo, até no meu escritório tem um mural com algumas lendas do Pri, desde 2020.

Mataram o sonho, mas não o sonhador, desfrutem da vossa festa, não queremos ir à festa que não somos bem-vindos.

A voz do povo é a voz de Deus. A história vai absolver-nos, porque lutamos, fizemos um povo sonhar e acreditar em uma Angola melhor e que o Pri teria uma liderança que não se limita ao dinheiro público.

Em suma, perdoem-nos por ficar por aqui, NÃO DÁ MAIS.

Egas Viegas
Ex-candidato a presidente de Direcção do 1.º de Agosto

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido