Filho de deputado lança gás pimenta no interior do restaurante em Cafunfo – 17 pessoas perderam os sentidos
Filho de deputado lança gás pimenta no interior do restaurante em Cafunfo – 17 pessoas perderam os sentidos
desmaios

Cerca de 17 pessoas que se encontravam em convívio no interior de um conhecido restaurante-bar denominado “Casa dos Grelhados”, em Cafunfo, província da Lunda Norte, foram atacadas ontem, por volta das 22 horas, com o gás-pimenta por um suposto filho de um conhecido antigo deputado da Assembleia Nacional de nome Miguel Dom Jinga.

A acção maliciosa do suposto filho do deputado da Assembleia Nacional, no círculo nacional, disfarçado de comando com boina vermelha, no interior do restaurante causou desmaios a 17 clientes, uma das quais se encontra em estado crítico.

As vítimas, com idades compreendidas entre 20 a 40 anos, foram socorridas no hospital local onde recebem tratamento médico. A polícia nacional foi accionada e faz diligências para determinar as reais causas da acção criminosa.

No entanto, o Imparcial Press sabe o autor do crime, Miguel Jinga, se encontra detido e já foi apresentado ao Ministério Público. A viatura se encontra na posse das autoridades policiais, aguardando a presença do proprietário.

Segundo fontes do Imparcial Press no local, uma das vítimas continua nos cuidados intensivos “por estar em estado de mãe”, já as demais vítimas se encontram fora do perigo e receberam alta.

O proprietário do referido estabelecimento já apresentou uma queixa-crime contra Miguel Jinga – que se fazia acompanhar de uma viatura de marca Toyota, modelo Lexus, com a placa de matrícula LD-59 -64-FD – ao Serviço de Investigação Criminal em Cafunfo, exigindo a reparação dos danos materiais e físicas.

Trabalhadores do restaurante entre as vítimas

Dentre as vítimas dos desmaios constam os trabalhadores do restaurante-bar “Casa dos Grelhados”. “O pior deveria ter acontecido se não fosse a pronta intervenção dos seguranças da empresa”, disse um dos presentes ao Imparcial Press.

De acordo com a mesma fonte, no domingo último, o mesmo indivíduo, juntamente com os seus comparsas, armados até aos dentes, foi visto no interior do mesmo restaurante consumindo bebidas alcoólicas.

“Era um grupo de cinco elementos e faziam questão de exibirem granadas F1 por cima de mesas onde se consumia vinho e cervejas, violando o regulamento do recinto”, contou a fonte, salientando que o suposto filho do deputado fazia parte do grupo, exibindo igualmente uma pistola, uma granada F1 na mão direita e na esquerda um copo com vinho.

Useiro e vezeiro

O Imparcial Press soube por meio de fontes locais que o suposto filho do deputado é useiro e vezeiro nessas práticas de distúrbios. O mesmo faz parte de um grupo de supostos comandos que exploram ilegalmente os diamantes naquela zona, e circulam na cidade de Cafunfo com a viatura do deputado.

Recentemente a mesma viatura foi vista nas áreas de garimpo na zona do Muxinda no município de Capenda Camulemba, transportando os Comandos de boina vermelha altamente armadas.

Fonte do Imparcial Press assegura que o referido grupo de comando não faz parte da Brigada 52, destacada na faixa sul da Lunda Norte, mas tem uma presença activa no local e é assegurada por um sargento dos comandos de nome Cláudio Cassanje, mais conhecido por Zito Liyebu, que fixou residência entre Cafunfo, Cavuba e Muxinda.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido