Homem executado por “máfia angolana” em Lisboa chama-se Vítor Barros Pereira
Homem executado por "máfia angolana" em Lisboa chama-se Vítor Barros Pereira
Tamborro

Um homem, de 35 anos, identificado por Vítor Barros Pereira, mais conhecido por ‘Tamborro’, foi executado na madrugada de sábado, 10, em Oeiras, Lisboa, na entrada de um prédio no bairro dos Navegadores, com cinco tiros.

A Polícia de Segurança Pública (PSP), de Portugal, foi accionada ao local e encontrou no chão milhares de euros e kwanzas, mas também munições de calibre de guerra.

As autoridades portuguesas agora estão à procura dos atiradores, em fuga, que mataram “Tamborro” a sangue frio utilizando armas de guerra.

O corpo da vítima estava coberto de hematomas, com uma omoplata fracturadas, um tiro no peito e quatro na cabeça, como adianta o jornal português Correio da Manhã.

A fonte primária adianta ainda que a execução foi realizada em estilo de máfia, há um vídeo que mostra dois homens, um deles armado com uma espingarda de assalto, que fogem, mas um deles volta atrás em direcção à porta do prédio, onde se consegue ouvir um tiro. Os atiradores fogem do local num Mercedes escuro e são procurados pelas autoridades daquele país.

Segundo relatos da família do executado às autoridades, Vítor Barros Pereira “Tamborro” terá sido emboscado e executado quando regressava a casa. Suspeita-se que os executores façam parte de uma máfia angolana.

De acordo com os mesmos relatos de familiares e vizinhos às autoridades, a vítima teria sido espancada e depois atingida com cinco tiros. As investigações prosseguem.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido