Huíla assolada por onda roubos e furtos de viaturas
Huíla assolada por onda roubos e furtos de viaturas
lubango

O furto de viaturas na Huíla está a ganhar corpo e o director provincial do Serviço de Investigação criminal (SIC), sub-comissário Pedro João António, pede a população que denuncie todos suspeitos, para travar o problema.

Em 2023 o SIC registou o roubo de seis viaturas e o furto de 12, entre ligeiras e pesadas, nos municípios do Lubango, Humpata e Matala, onde a preferência recaiu para marcas como Hyunday, Toyota Land Cruiser, Mitsubishi, Rav4 e Suzuki. Em 2022 foram registados dois roubos e sete furtos.

Das 18, 14 foram recuperadas e restituídas aos seus proprietários e sobre as restantes não há rasto, o que se presume que tenham sido desmanchadas, mas a polícia continua a investigar, disse o director do SIC.

Em declarações à hoje, sexta-feira, à imprensa local, o oficial afirmou que a solução está nas denúncias, admitindo que os número estão a subir e todos os roubos foram feitos com recurso a arma de fogo.

Após denúncias dos lesados, no período em referência, a corporação despoletou operações específicas que culminaram com a detenção 52 dos suspeitos, 72 a menos que em 2022, disse o sub-comissário Pedro António.

A província da Huíla tem o segundo maior parque automóvel do país, com mais de 800 mil veículos, conforme registos do Gabinete de Transportes, o que atiça criminosos do ramo, na sua maior parte oriundos de Benguela, Luanda e Huambo.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido