Inflação sobe pela décima vez consecutiva e atinge valor mais alto em quase 2 anos
Inflação sobe pela décima vez consecutiva e atinge valor mais alto em quase 2 anos
kwanza burro

A inflação voltou a subir em Angola, pela décima vez consecutiva, fixando-se nos 24,07 por cento em termos homólogos, o valor mais alto em quase dois anos, e nos 2,58 por cento em termos mensais, entre Janeiro e Fevereiro.

Desde Setembro de 2018, quando a variação mensal atingiu os 2,69 por cento, que a oscilação não era tão intensa, sobretudo na província de Luanda, onde os preços aumentaram 3,45 por cento face a Janeiro.

Os dados constam na Folha de Informação Rápida divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística, que dá conta de um forte agravamento dos preços, determinado essencialmente pela classe “Alimentação e bebidas não alcoólicas”, com 3,12 por cento.

Saúde (3,06 por cento), “Bens e serviços diversos” (2,89 por cento) , “Vestuário e calçado” (2,71 por cento) e “Hotéis, cafés e restaurantes” foram as outras classes de despesa com maior impacto na subida dos preços.

A variação homóloga de 24,07 por cento representa um acréscimo de 12,53 pontos percentuais face ao mês de Fevereiro de 2023, tendo sido a classe “Alimentação e bebidas não alcoólicas” a que mais contribui para esta subida.

Em Luanda, onde a variação homóloga foi de 32,61 por cento, a classe “Saúde” registou uma variação de 4,43 por cento, enquanto nas classes “Vestuário e calçado”, “Alimentação e bebidas não alcoólicas” e “Bens e serviços diversos” representaram acréscimos de 4,17 por cento, 4,12 por cento e 4,01 por cento, respectivamente.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido