Kapolo 2 sem energia há mais de 10 dias – Moradores agastados com o silêncio da ENDE
Kapolo 2 sem energia há mais de 10 dias – Moradores agastados com o silêncio da ENDE
Ende122

Os moradores do Kapolo 2, bairro afecto ao município do Kilamba-Kiaxi, em Luanda, dizem-se agastados com o comportamento silencioso da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE), que, alegadamente, se mostra indiferente aos gritos de socorro daqueles citadinos que clamam simplesmente a falta de energia elétrica há mais de 10 dias.

De acordo com aqueles moradores, que até se encontram adjacente à 35.ª esquadra da Polícia Nacional, a negra situação que coloca aquela zona municipal às escuras há mais de 10 dias é consequência de uma suposta avaria causada pela queimadura de um cabo de baixa tensão, cuja própria ENDE alega não ter – no seu stock – material suficiente para a reposição do fornecimento da mesma rede eléctrica.

Os moradores que se dizem agastados e furiosos com os prejuízos da situação contaram, ao longo da nossa estada no local, que a realidade negra continua insustentável e insuportável e, não obstante, reafirmam que tal situação só persiste pelo simples facto de não haver – naquela zona – algum morador de tenha conseguido ao longo da vida alqum alegado peso ou prestígio social.

“Essa situação só continua há mais de 10 dias, infelizmente, porque não há nessa zona algum morador com peso para intervir sempre que se regista problema dessa natureza”, lamentaram, questionando, de igual modo, como é possível entender um simples cabo de baixa tensão, que queimou no dia 5 do corrente mês, mas até hoje não conseguem solucionar?!”.

Outrossim, o facto que a ENDE alega não ter capacidade para imediatamente resolucionar, segundo acrescentam aqueles moradores, já levou à deterioração de grande parte dos seus bens alimentares, principalmente nos arredores da Universidade Técnica de Angola (UTANGA).

“Em Outubro do ano passado, por exemplo, já vivemos uma situação idêntica. Aqui tem sempre esses problemas, já ficámos quase duas semanas sem luz e eles vieram tentar arranjar, mas parece que só pioraram”, descrevem.

Os moradores, que mais do que lamentarem a insensível postura da ENDE há mais de dias, no entanto, aproveitaram a ocasião para apelar ao Titular do Poder Executivo (TPE), João Manuel Gonçalves Lourenço, no sentido de responsabilizar todos aqueles algum dia aceitaram ao desafio de se tornar gestores públicos, mas que propositadamente decidem criar aquilo que consideram “sofrimento desnecessário ao povo”.

A redacção do Imparcial Press procurou ouvir, por várias tentativas, a reacção daquela direcção municipal da ENDE, através do seu responsável, engenheiro Luzivikueno, mas não obteve qualquer sucesso.

Siga-nos

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido