Marcos Nhunga encoraja denúncia de actos de corrupção
Marcos Nhunga encoraja denúncia de actos de corrupção
Marcos Nhunga

O primeiro secretário do MPLA de Malanje, Marcos Nhunga, encorajou na sexta-feira, 23, os militantes do partido no sentido de se comprometerem com a sociedade civil no combate à corrupção, através de denúncias, com vista a travar esta prática lesiva ao Estado.

O político fez este apelo no município de Calandula, durante o acto provincial de apresentação da Agenda Política do MPLA para este ano, referindo que os militantes, sobretudo os detentores de cargos públicos, devem servir de exemplo nesta luta, colocando o bem-estar dos cidadãos acima dos interesses pessoais.

Nesta senda, orientou o reforço da interacção entre a direcção do partido e a população, pautando sempre pela inclusão de todos os cidadãos, nos diferentes sectores da vida da província, independentemente da sua filiação partidária.

“As diferenças partidárias não devem dar lugar ao ódio. Devemos conviver e trabalhar com todos que querem buscar soluções para os problemas do povo e desenvolver o país”, frisou.

Por outro lado, reiterou a aposta do MPLA, este ano, na melhoria do ambiente de negócio no país e na província em particular, para criação de mais empregos para os jovens e a garantia da auto-suficiência e segurança alimentar.

Outra aposta, disse, recairá sobre a formação política e ideológica dos quadros e militantes da JMPLA e da OMA, tendo em vista os desafios vindouros, para além do reforço da unidade, coesão e disciplina partidárias.

Por sua vez, o coordenador adjunto do Grupo de Acompanhamento do Secretariado do Bureau Político do MPLA à província de Malanje, Manuel Figueiredo, exortou os detentores de cargos no Executivo a continuar a primar pela transparência e prestação de contas, por constituir um dos princípios da boa governação.

Defendeu a dinamização do trabalho político e união em prol de uma governação voltada à resolução dos problemas dos cidadãos e livre de intrigas.

Sob o lema “MPLA – servir o povo para fazer crescer Angola”, a agenda política do MPLA para o presente ano está assente em onze eixos estratégicos, entre os quais o fortalecimento das estruturas do partido, aprofundamento da democracia interna e das organizações sociais, promoção da formação e avaliação permanente dos seus dirigentes, aceleração do sector produtivo e garantia da segurança alimentar e nutricional das famílias.

O acto de apresentação da documento contou com a participação de membros de direcção do Comité Provincial do MPLA, primeiros secretários municipais e distintos militantes e amigos do partido.

in Angop

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido