Morreu o professor Sacaneno João de Deus
Morreu o professor Sacaneno João de Deus
Sacaneno

Morreu hoje, domingo, 09, em Luanda, aos 61 anos, o professor de dança folclórica e coreógrafo Sacaneno João de Deus, vítima de doença. O malogrado foi vencedor do Prêmio Nacional de Cultura e Artes na categoria de Dança, em 2018.

Nascido a 24 de Novembro de 1962, no município de Damba, província do Uíge, Sacaneno era uma figura incontornável no cenário da dança em Angola. Foi director da Academia de Dança nos anos de 1989, 1990, 2000, 2001, 2002 e 2003.

Reconhecido pela sua competência profissional no domínio das artes, especialmente na dança folclórica, tanto na organização e preparação quanto na formação, Sakaneno foi autor de vários projectos de artes e realização a nível nacional e internacional. Além disso, foi membro efectivo do Conselho Internacional de Dança CID/UNESCO e da IOV.

Sakaneno teve participação internacional em conferências, palestras, festivais, workshops, debates e formações em vários países da África, América e Europa, actuando como preletor tanto na prática quanto na teoria da dança.

Ele criou diversas coreografias notáveis, incluindo as de abertura e encerramento da Taça das Nações Africanas em Futebol, realizada no país em 2010.

O amor de Sakaneno pela dança começou cedo, aos 10 anos, na aldeia onde nasceu, no Uíge. Em 1978, mudou-se para Luanda e começou a frequentar o seu primeiro curso de instrutor de arte, ministrado no Teatro Avenida, pelo pintor Vittex.

No ano seguinte, partiu para Cuba, onde frequentou o curso superior de artes, concluindo-o em 1986, ano em que regressou a Angola. Antes de voltar, trabalhou em Cuba, realizando actividades tanto na escola onde estudou quanto em orfanatos. Exerceu o ensino artístico, trabalhando com crianças órfãs vindas da Nicarágua e outros países.

Sakaneno João de Deus foi pioneiro na organização do Festival do Dia Mundial da Dança no país. Um de seus primeiros trabalhos notáveis foi o Fenacult, o primeiro festival cultural organizado pelo Ministério da Cultura, onde foi autor da coreografia de abertura e encerramento, contando com a participação de muitos dançarinos, incluindo as Gingas do Maculusso, na época com 8 e 9 anos.

Sakaneno João de Deus deixa um legado indelével no panorama artístico angolano e será lembrado não só como um mestre da dança, mas como um verdadeiro ícone da cultura angolana.

Siga-nos

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido