Nepotismo e tráfico de influência toma conta da UPP da Assembleia Nacional
Nepotismo e tráfico de influência toma conta da UPP da Assembleia Nacional
Kavanda

Na Unidade de Protecção Parlamentar (UPP), um órgão afecto ao Comando da Polícia de Segurança Pessoal e de Entidades Protocolares (PSPEP) da Polícia Nacional, os problemas não param. Desta vez o segundo comandante da Unidade de Protecção Parlamentar da Assembleia Nacional, intendente Carlos Domingos Kavanda, é denunciado por promover nepotismo e tráfico de influência.

O Imparcial Press apurou que o Soberano Kavanda – como o intendente Carlos Domingos Kavanda gosta de ser tratado pelos seus subordinados – tem privilegiado uma 3.ª subchefe que atende pelo nome Helena Landu João, que deixou de trabalhar há mais de quatro anos.

A 3.ª subchefe Helena Landu João – que curiosamente é esposa de Soberano Kavanda – desempenha a função de chefe de equipa e não é visto no seu local de trabalho há quase cinco anos, mesmo assim lhe-é atribuída todas as regalias (salários, subsídios e patentes).

Segundo as informações, Helena João nunca chegou a exercer – como deve ser – a sua função de chefe de equipa, mas, em contrapartida, o seu esposo – na qualidade de segundo comandante da UPP da Assembleia Nacional – passa o tempo a cortar os subsídios de vários efectivos que desempenham as suas funções. Sobretudo as mulheres que se encontram de licença pré e pós-parto.

“O Soberano Kavanda os remove da lista de subsídios, alegando que elas não estão a produzir. Coisa que nunca fez com a sua esposa durante suas três gestações”, revelou a fonte do Imparcial Press, agastada com a situação.

De acordo com a nossa fonte, o Soberano Kavanda chega a obrigar os responsáveis de cápsula e equipa/pelotão a colocarem como “dispensados” pessoas da sua conveniência que não trabalham há meses ou anos.

“Essas pessoas recebem os seus salários sem descontos, mas, em contrapartida, os efectivos no activo são cortados os subsídios. Quem tiver três faltas, o Soberano Kavanda faz marcação cerrada e ameaça retirá-lo como efectivos da UPP/Assembleia Nacional”, rematou a fonte do Imparcial Press.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido