Novo adiamento do Girabola 23/24 pela FAF deixa adeptos agastados
Novo adiamento do Girabola 23/24 pela FAF deixa adeptos agastados
adeptos

Enquanto os clubes e adeptos aguardavam expectantes pela abertura do arranque do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão vulgo “Girabola” época 2023/2024, a Federação Angolana de Futebol (FAF) tomou novamente a decisão de adiar o início do certame, sem qualquer previsão.

O novo adiamento tem voltou merecer, em backstage, debates e criticas dos amantes do “desporto rei” que agora questionam a seriedade da direcção de Arthur de Almeida e Silva.

Os adeptos e amantes do futebol lamentam a postura da FAF. “Considero complicada a situação do Girabola, uma vez que houve um sorteio para definir as equipas e o calendário da prova. Deveriam fazer de tudo para que a competição aconteça. Porque isso baixa a moral dos jogadores, que dependem do futebol para viver”, disse Ernesto Santana.

Já para Simão Mukanza o adiamento do Girabola matou a moral dos adeptos e dos jogadores do “desporto-rei. “Não há vantagens na decisão da FAF em adiar o campeonato. A competitividade vai enfraquecer e assim a disputa será menos competitiva que o esperado”, lamentou, acrescentando que “queremos que a FAF reveja a decisão tomada e faça de tudo para que o Girabola aconteça o mais rápido possível”.

Um outro adepto, Pedro Jorge Mata, diz que o novo adiamento prejudica o desporto angolano. “Sou adepto dos militares e falo como um amante do desporto angolano. Quando afirmo que sinto saudades do Girabola, da vibração dos adeptos e da euforia que sempre sinto ao ver os jogadores em cena, o novo adiamento prejudica o desporto angolano”, enfatizou.

O mesmo realça que o 1º de Agosto, a Académica do Lobito, Sagrada Esperança e Petro de Luanda, foram prejudicados nas Afrotaças, em detrimento das equipas de outros países que competem nos respectivos campeonatos.

“Peço à FAF que retome a competição. O adiamento constante e os problemas, que surgem sempre, devem ser acautelados. Quanto ao clássico definido para a primeira jornada, me surpreende bastante e estou expectante na vitória dos militares, meu clube”, atirou esperançosamente.

Por fim, Emanuel Catraio é de opinião que a notícia do adiamento do Campeonato não era esperada e não beneficia a ninguém. “Uma vez que, para os jogadores, o Girabola garante sustento das suas famílias. Além de ser uma diversão, o futebol, para eles, é um trabalho. Com essa situação, como farão os que dependem do futebol?”, questionou.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido