Presidente da República doa 30 mil euros à JUCARENTE
Presidente da República doa 30 mil euros à JUCARENTE
president

O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, vai doar os 30 mil euros do “Prémio José Aparecido de Oliveira”, atribuído pela CPLP, à Associação Juvenil de Apoio aos Jovens Carentes (JUCARENTE).

O anúncio foi feito este domingo, em São Tomé e Príncipe, pelo Presidente João Lourenço depois de ter recebido o prémio durante a XIV Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

A JUCARENTE é uma instituição de solidariedade social angolana que actua nos municípios de Cacuaco, Belas e Quissama, em prol de causas sociais.

Na ocasião, João Lourenço disse que o prémio reforça a responsabilidade de trabalhar para a paz, segurança, desenvolvimento e respeito pelos direitos humanos no mundo.

O Presidente da República dedicou o prémio “aos povos da comunidade, por uma organização cada vez mais sólida, abrangente, inclusiva e determinada a ultrapassar as contingências de um mundo complexo e com grandes desafios a superar”.

Agradeceu, na sua intervenção, à União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA) e aos Observadores Consultivos da CPLP por terem proposto a candidatura.

Contributo na projecção da CPLP

O Chefe de Estado angolano foi distinguido pelo “contributo ímpar para a projecção internacional da CPLP, especialmente para a implementação do Acordo sobre a Mobilidade entre os Estados-membros da CPLP” e “a criação do novo objectivo geral da CPLP, de cooperação económica”.

O júri reconheceu, também, o empenho de João Lourenço para “a integração dos princípios da representatividade e da igualdade de género nos estatutos da organização” e enalteceu igualmente, “o percurso profissional na defesa das causas públicas e a liderança de processos regionais do continente africano”, do Estadista angolano.

Distinção por aclamação

A distinção foi decidida por aclamação pelo júri, constituído pelos representantes permanentes dos nove Estados-membros da organização junto da CPLP, reunidos a 15 de Maio.

Instituído em 2011, e de cariz bienal, o Prémio José Aparecido de Oliveira promove a atribuição de um diploma de mérito e de uma prestação pecuniária, pretendendo reconhecer e homenagear personalidades e instituições.

Trata-se de personalidades e instituições que se distingam na defesa, valorização e promoção dos princípios, valores e objectivos da CPLP, bem como na realização de estudos e trabalhos de investigação que se inscrevam neste âmbito.

Os candidatos ao “Prémio José Aparecido de Oliveira” são propostos pelos Estados-membros, pelos Observadores Associados e Observadores Consultivos da CPLP.

Entidades agraciadas nas edições anteriores

2021 – Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República Portuguesa

2018 – António Guterres, Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

2016 – Jorge Sampaio, antigo Presidente de Portugal; Carlos Lopes, antigo Secretário Executivo da Comissão Económica das Nações Unidas para África e Lauro Moreira, diplomata de carreira do Brasil e primeiro Representante Permanente junto à CPLP (ex-aequo).

2014 – Kay Rala Xanana Gusmão, antigo Presidente de Timor-Leste, e à Igreja Católica Timorense – Centro Episcopal de Timor-Leste (ex-aequo).

2012 – Lula da Silva, Presidente do Brasil.

in Angop

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido