Presidente do Uganda nomeia filho para chefe das Forças Armadas
Presidente do Uganda nomeia filho para chefe das Forças Armadas
Presidente do Uganda

O Presidente do Uganda, Yoweri Museveni, nomeou um dos filhos, o general Muhoozi Kainerugaba, chefe das Forças Armadas do país, numa remodelação do Governo anunciada na noite de quinta-feira.

Até agora, Kainerugaba ocupava o cargo de conselheiro presidencial sénior do pai, sendo também responsável pelas operações especiais. Tem participado, além disso, em assuntos diplomáticos, na gestão das relações do Uganda com o vizinho Rwanda.

A promoção ao cargo de chefe das Forças de Defesa reacendeu a especulação sobre a possível sucessão na presidência, tendo em conta os laços familiares com o actual dirigente.

Duas figuras fiéis a Kainerugaba foram nomeadas ministros como a deputada Lilian Aber fica com a pasta das Emergências, Catástrofes e Refugiados e Balaam Barugahara, com o Ministério da Juventude e da Infância.

Balaam Barugahara celebrou nas redes sociais a nomeação que descreveu como um voto de confiança no Movimento MK, grupo político liderado por Kainerugaba e relançado no mês passado como uma organização cívica sob o nome de Liga Patriótica do Uganda (PLU).

“Estendo o meu agradecimento ao meu modelo a seguir e próximo Presidente do Uganda, o general Kainerugaba, por me ter escolhido, formado, orientado, nomeado e confiado em mim para ser o seu adjunto (na região) ocidental”, afirmou.

O filho de Museveni tem causado problemas diplomáticos com publicações nas redes sociais. Em 2022, ameaçou invadir o Quénia, num acto que levou o Presidente Museveni a pedir desculpa às autoridades do país vizinho.

No ano passado, declarou a intenção de se candidatar à presidência nas eleições de 2026, embora tenha posteriormente apagado a publicação.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido