Ravina ameaça cortar circulação entre Benguela e Huambo
Ravina ameaça cortar circulação entre Benguela e Huambo
ravinas

A circulação rodoviária entre as províncias de Benguela e do Huambo, pela estrada nacional EN250, pode ficar interrompida, devido à progressão de uma ravina no troço que liga os municípios do Bocoio e Balombo.

A progressão desta ravina, com mais de 15 metros de profundidade, no troço que liga os municípios do Bocoio e Balombo, propriamente na localidade de Rainha Santa, deve-se à erosão decorrente das fortes chuvas registadas nos últimos dias, na província de Benguela.

A EN 250 é, actualmente, utilizada, sobretudo, por camionistas que transportam combustíveis e bens alimentares, bem como autocarros para o transporte de passageiros entre Benguela e o Huambo ou vice-versa.

Por essa razão, os automobilistas mostram-se preocupados com a progressão desta ravina e pedem uma intervenção urgente das autoridades.

Na última segunda-feira, o administrador municipal do Balombo, José Cambiete, acompanhado de responsáveis da área técnica e infra-estruturas da região, deslocou-se à localidade de Rainha Santa, para se inteirar da situação, tendo em vista a possibilidade de realização de obras de estancamento da ravina.

A ligação rodoviária entre as províncias de Benguela e do Huambo pode também ser feita através da estrada nacional 260, troço Caimbambo/Cubal/Ganda e Tchindjenje.

in Angop

Siga-nos

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido