Selecção Nacional de boxe sem dinheiro para Bangkok
Selecção Nacional de boxe sem dinheiro para Bangkok
Faboxe

A Selecção Nacional de boxe não vai disputar o último torneio qualificativo para os Jogos Olímpicos de Paris, a decorrerem de 24 do corrente a 2 de Junho próximo, em Bangkok, Tailândia, por falta de verbas.

Contrariamente ao anterior torneio, disputado em Milão, Itália, onde apenas Pedro Gomes, dos 57 kg, competiu, era intenção da Federação Angolana de Boxe (FABOXE) inscrever quatro pugilistas em Bangkok, onde as perspectivas de qualificação eram boas.

“Pela paragem da modalidade e os vários problemas que têm, não foi possível participar na Janela de Bangkok. Uma das razões é mesmo a financeira, porque em primeiro lugar, a FABOXE, durante o ciclo olímpico, não enviou o seu plano de actividades ao Ministério da Juventude e Desportos (Minjud) e, consequentemente, não teve orçamento”, explicou o presidente da Federação, Simão Muanda.

Além da não existência de um orçamento por parte do órgão ministerial, o actual elenco viu-se confrontado com o bloqueio da conta da instituição pelo presidente deposto, Carlos Luís, que serviu-se da sentença de uma providência cautelar, sobre a posse das instalações da federação, emitida pelo Tribunal Provincial de Luanda, a 15 de Agosto de 2023.

“Em segundo lugar, por conta do antigo presidente da Federação continuar a intitular-se presidente, mesmo sem a devida legitimidade, por uma sentença cautelar que por sinal caduca, mas infelizmente essa tal sentença parece ser a única que é vitalícia, fomos impedidos em continuar a movimentar a conta da federação, inviabilizando assim as actividades desportivas”, informou Simão Muanda. Francisco Gomes, Dirsino da Costa Boika e Ana Liberal estavam seleccionados para se juntar a Pedro Gomes na tentativa olímpica.

Com 51 quotas em jogo, incluindo 23 para mulheres e 28 para homens, o 2º Torneio Mundial de Qualificação em Bangkok oferecerá aos pugilistas uma última oportunidade de garantir presença nos Jogos Olímpicos de Paris 2024.

O boxe angolano já esteve presente nas edições dos Jogos Olímpicos de Moscovo (1980), com José de Almeida, Abílio Cabral e Alberto Coelho. Em Seul, 1988, representaram o país os pugilistas Manuel Gomes, Adão Nzunzi e Apolinário de Silveira.

Nos Jogos de Barcelona, 1992, Francisco Monis representou o país. Tumba Silva foi o último pugilista a ser inscrito por Angola, nos Jogos de Londres 2012.

in JA

Siga-nos

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido