Selecções africanas assumem apelidos que as destinguem do resto do mundo
Selecções africanas assumem apelidos que as destinguem do resto do mundo
CAN2023

A África é conhecida pela sua peculiaridade, mas é no desporto onde mais se distingue do resto do mundo, pela forma como são apelidadas às selecções nacionais.

Em vários cantos do mundo, equipas nacionais possuem seus apelidos, hábito comum na modalidade “Rei”, fazendo referência às cores dos equipamentos.

Em África, no entanto, a alcunha pode ser considerada também uma questão de orgulho nacional. Todos os conjuntos nacionais possuem um nome especial, que coloca em evidência grandes símbolos de cada país.

Os animais são os mais comuns, mas também há menções a línguas nativas, marcas nas bandeiras, referências geográficas, lemas e até povos antigos.

No quadro da disputa da 34ª edição do Campeonato Africano de futebol, de 13 de Janeiro a 11 de Fevereiro, na Côte d`Ivoire, a Selecção Nacional está enquadrada no grupo D com as congéneres da Argélia, Mauritânia e Burkina Faso.

Também conhecida por Palancas Negras, essa designação é uma referência ao antílope que só existe em Angola, aparecendo, também, na moeda nacional, nos passaportes e como símbolo da companhia aérea de bandeira (TAAG).

Conhecida ainda por Palanca Real de Angola ou Palapala pelos habitantes de certas regiões onde ela habita (Malanje, fundamentalmente), o animal é um dos antílopes mais raros do mundo.

Grande e musculado, é um dos últimos mamíferos descritos na África. O termo “gigante” deriva dos seus enormes cornos curvos, que podem crescer até 165 cm de comprimento, tamanho pouco comum e único para um antílope.

A Palanca Negra Gigante foi descoberta e descrita cientificamente pela primeira vez no século XX, sendo classificada por Bocage como Hippotragus niger.

O nome Variani foi acrescentado em homenagem ao explorador britânico Frank Varian, que apresentou exemplares (espécimes) para então categoriza-la como uma subespécie nova e única do território angolano.

Confira o apelido de cada uma das 54 salecções africanas de futebol

Angola – Palancas Negras (denominação a gênero de antílope)
África do Sul – Bafana Bafana (meninos meninos, em zulu)
Argélia – Raposas do Deserto
Benin – Esquilos
Botsuana – Zebras
Burkina Faso – Garanhões (em referência aos cavalos machos)
Burundi – Andorinhas
Cabo Verde – Tubarões Azuis ou Crioulos
Camarões – Leões Indomáveis

Chade – Sao (antiga civilização local)
Comores – Celacantos (grupo de peixes)
Congo-Brazzaville – Diabos Vermelhos
Côte d’Ivore – Elefantes
Djibuti – Tubarões do Mar Vermelho
Egipto – Faraós
Eritreia – Garotos do Mar Vermelho
Etiópia – Walia Ibex (espécie de cabra típica)
Gabão – Panteras

Gâmbia – Escorpiões
Ghana – Estrelas Negras
Guiné – Sily (elefante, em soussou)
Guiné-Bissau – Djurtus (cão selvagem típico)
Guiné Equatorial – Nzalang (relâmpago)
Ilhas Maurícias – Dodôs (ave extinta)
Lesotho – Crocodilos
Libéria – Estrelas Solitárias
Líbia – Cavaleiros do Mediterrâneo ou Verdes (referência à antiga bandeira)

Madagascar – Zebus
Malawi – Chamas (significado do nome do país, em chichewa)
Mali – Águias
Marrocos – Leões do Atlas (cadeia de montanhas da região)
Mauritânia – Mourabitounes (referência a uma antiga dinastia da região)
Moçambique – Mambas (tipo de serpente)
Namíbia – Bravos Guerreiros
Niger – Menas (espécie de antílope)
Nigéria – Super Águias

Quênia – Estrelas de Harambee (lema do país em suaíli)
República Centro-Africana – Feras do Baixo Oubangui (rio local)
República Democrática do Congo – Leopardos ou Simbas (leão em suaíli)
Rwanda – Amavubi (vespas, em kinyarwanda)
São Tomé e Príncipe – Seleção dos Falcões ou Papagaios
Ilhas Seicheles – Piratas
Senegal – Leões da Teranga (hospitalidade, lema nacional, em wolof)
Serra Leoa – Estrelas Leoas
Somália – Estrelas do Oceano

Sudão – Falcões do Deserto ou Crocodilos do Nilo
Sudão do Sul – Estrelas Brilhantes ou Tigres
Eswatini – Sihlangu Semnikati (escudo do rei, em swati)
Tanzânia – Estrelas do Kilimanjaro (montanha, ponto mais alto do continente)
Togo – Gaviões
Tunísia – Águias de Cartago (antiga cidade local, potência histórica)
Uganda – Grous (tipo de ave)
Zâmbia – Chipolopolo (balas de cobre, mineral comum na região)
Zimbábue – Guerreiros

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido