SIC recolhe Carlos Alberto
SIC recolhe Carlos Alberto
Carlos Albert

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) executou ontem, sexta-feira, 29, o “mandado de captura” emitido pela juíza Josina Mussua Ferreira Falcão, da 6ª Secção da Sala dos Crimes Comuns do Tribunal da Comarca de Luanda, contra o jornalista Carlos Raimundo Alberto.

O Imparcial Press noticiou em primeira mão (vide: Tribunal emite “mandado de captura” contra jornalista Carlos Alberto) que a direcção do SIC, depois de acusar a recepção do documento, mostrou uma certa resistência em fazer cumprir a “ordem do tribunal”.

Mas, ontem, duas semanas depois da emissão do mandado de captura, o proprietário do portal A Denúncia comunicou, na sua página do Facebook, a seguinte mensagem:

«Sirvo-me da presente via para anunciar à comunidade nacional e internacional que neste momento estou detido em cumprimento de um mandado de captura ilegal, por supostamente ter faltado a uma audiência de julgamento, sem ter justificado a falta, quando nunca tomámos conhecimento disso.
Tal como prometi, cumpri a ordem de prisão sem apresentar nenhuma resistência e elogio o profissionalismo dos agentes actuantes do SIC. Reprovo o tráfico de influência levado a cabo pelo suposto ofendido Mouta Liz.
A minha consciência continua livre.
E alerto o Presidente da República João Lourenço, como mais alto mandatário da Nação, de que a Liberdade de Imprensa e de Expressão estão ameaçadas, neste seu consulado (2022-2027), por actos arbitrários de alguns magistrados.»
, lê-se em uma publicação do antigo oficial do Serviço de Inteligência e Segurança de Estado (SINSE).

De realçar que a emissão do mandado de captura contra Carlos Alberto resulta da desobediência a uma ordem imposta pelo Tribunal Supremo, que o condenou a dois anos de prisão, mas com pena suspensa condicionada ao pedido de desculpas públicas ao ex-procurador-geral da República, Mouta Liz, por difamação, denúncia caluniosa e abuso da liberdade de imprensa.

A sentença do Tribunal Supremo determina que o jornalista Carlos Alberto utilize o portal A Denúncia e a sua página no Facebook, por um período de 60 dias, para pedir desculpa consecutivamente, a cada 10 dias, mas até ao momento não concluiu de o fazer.

Por desobedecer a essa medida, foi emitido um mandado de prisão contra o jornalista Carlos Alberto para que cumpra a pena em regime fechado.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido