Suposta agente da Polícia assassina cidadão no Camama e foge
Suposta agente da Polícia assassina cidadão no Camama e foge
silvestre

Um suposto agente da Polícia Nacional identificado por Sérgio Cláudio Silvestre está a ser acusado de ter morto, a tiro, um cidadão que respondia pelo nome de José Sebastião André, mais conhecido por “Zé K”, no dia 03 de Março do ano em curso, no distrito urbano de Camama, município de Belas, em Luanda.

O facto aconteceu, segundo o irmão do malogrado, Nelasta Eventos, num espaço de venda de bebidas alcoólicas denominado “Bar do Mono”, nos arredores do colégio “Pensador do Futuro”, quando Zé K tentava apaziguar uma briga entre o assassino e o seu amigo.

De acordo com as explicações, a vítima foi atingida com uma bala, na parte de abdómen, quando tentava apaziguar uma briga entre o seu amigo e o assassino Sérgio Silvestre. “Ele começou a fazer vários disparos no ar e de seguida apontou a pistola ao meu irmão e disparou à queima roupa na sua barriga”, explicou Nelasta ao Imparcial Press.

Após o sucedido, o suposto agente da polícia colocou-se em fuga, deixando para trás o corpo sem vida de Zé K estendido ao chão, como se de um cão vadio se tratasse. “Até a presente data, o assassino se encontra foragido e a Polícia quase nada está fazendo para o localizar”, lamentou Nelasta.

“Nós simplesmente só queremos que se faça a justiça, porque a morte do meu irmão Zé K está a nos doer muito. Não podemos deixar que isso fique em branco. Hoje aconteceu com o Zé K e amanhã ele pode tirar a vida de uma outra pessoa se ele continuar nas ruas de Luanda”, rematou.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido