TAAG maldosa obriga cliente da classe executiva (recém operada) a viajar na económica
TAAG maldosa obriga cliente da classe executiva (recém operada) a viajar na económica
Petra

Uma cliente da transportadora aérea de bandeira nacional, TAAG, manifestou hoje, quarta-feira, 05, o seu descontentamento pela equipa responsável pelo voo DT 650 (Luanda – Lisboa) que, após ter adquirido o seu bilhete de passagem para classe executiva com a referência S78N7T a 19 de Março – devido a sua condição de saúde – foi obrigada, na última hora, a viajar desconfortavelmente na classe económica.

O Imparcial Press apurou que a equipa do voo 650 (Luanda – Lisboa) terá cedido/vendido o seu lugar a um outro passageiro – um alto membro do Executivo de João Lourenço – em desrespeito total à Constituição (que protege o bem vida) e a Lei n.º 15/3, de 22 de Julho que protege os legítimos interesses do consumidor final.

A lesada é a conhecida jornalista Petra Gama – que actualmente reside em Lisboa devido aos compromissos laborais – vê-se agastada e preocupada (ao mesmo tempo) uma vez que o seu estado de saúde inspira máximos cuidados (ela foi recentemente operada).

“Sou obrigada a viajar nestas condições deploráveis porque amanhã tenho uma audiência pelas 10 horas num dos tribunais em Lisboa”, revelou Petra Gama que agora teme pelo seu estado de saúde devido o longo percurso do voo (são normalmente oito horas).

“O responsável da equipa se recusa a reparar o erro e me propõe que viaje amanhã para Lisboa, mas não posso aceitar porque seria um desrespeito ao tribunal”, explicou.

A Linhas Aéreas de Angola, sobejamente conhecida como TAAG, é a empresa pública que mais “dor de cabeça” dá aos consumidores no país, segundo o Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC).

Um dos directores adjuntos, Wassamba Neto, revelou no ano transacto que o INADEC recepciona centenas de reclamações relacionadas com os reembolsos dos bilhetes de passagem e a venda de lugares.

“Apelamos à direcção da TAAG no sentido de reunir connosco para resolver essa situação o mais breve possível”, apelou.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido