TAAG põe fim a acordo com Hi-Fly
TAAG põe fim a acordo com Hi-Fly
Trab taag

A TAAG, Linhas Aéreas de Angola, retomou, recentemente, de forma integral, a operação da rota Luanda/Lisboa/Luanda, com a sua aeronave Boeing 777-300ER, colocando fim à parceria que mantinha com a companhia aérea portuguesa Hifly, desde 2022, soube-se esta terça-feira.

Em Junho de 2022, a companhia de bandeira nacional assinou um contrato em regime de “wet lease” com a Hifly, que disponibilizou uma aeronave Airbus A330, com a respectiva tripulação, reforçando a ligação entre Angola e Portugal de dois para três frequências diárias.

Segundo o presidente da Comissão Executiva da TAAG, Nelson de Oliveira, que falava à imprensa, na última semana, a transportadora aérea angolana retomou o seu voo DTT 5.2, que parte de Luanda às 12h30, dando por findo o serviço que era prestado pela companhia aérea privada portuguesa, Hifly.

Na ocasião, o gestor avançou que somente a TAAG vai operar nos voos para Lisboa, quer o DTT 5.2, quer o DTT 50, que sai de Luanda às 20h00.

A decisão foi justificada, na altura, com os trabalhos de manutenção que decorriam na frota internacional da TAAG, nomeadamente o Boeing 777-300ER, permitindo dar continuidade à operação numa ligação preferencial e com grande volume de tráfego (Luanda-Lisboa-Luanda).

A HiFly é uma companhia aérea privada especializada no frete de aeronaves comerciais com tripulação, manutenção e seguro incluídos.

Fundada em 1938, actualmente, a transportadora nacional voa para 12 destinos domésticos e 13 internacionais.

Além do transporte de passageiros, a sua frota transporta também carga, um serviço cada vez mais essencial para o desenvolvimento do ecossistema local.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido