Tribunal de Relação de Luanda aumenta pena de Neth Nahara
Tribunal de Relação de Luanda aumenta pena de Neth Nahara
Neth Nahara

O Tribunal de Relação de Luanda (TRL) emitiu recentemente um acórdão que agrava para dois anos de prisão efectiva a sentença da influenciadora digital Neth Nahara.

Neth Nahara havia sido inicialmente condenada a seis meses de prisão por injúria ao Presidente da República, João Lourenço, em um julgamento sumário realizado em 14 de agosto de 2023. Ela confessou ter produzido e publicado um vídeo nas redes sociais que “ofendeu e desrespeitou” o Presidente da República.

O Tribunal de Comarca de Luanda, localizado no Palácio “Dona Ana Joaquina”, condenou Neth Nahara por ultraje ao Estado, de acordo com o Artigo 333.º do Código Penal Angolano. O advogado da cantora, Francisco Muteka, disse à imprensa que não iria recorrer da decisão e pediu a sua cliente que mantivesse um bom comportamento na prisão, para que, dentro de três meses, pudesse ser libertada.

Por outro lado, o Ministério Público, insatisfeito com a sentença de seis meses contra a influenciadora digital, recorreu da decisão judicial. Após receber o pedido do Ministério Público, o Tribunal de Relação de Luanda, em apenas três dias, decidiu aumentar a pena para dois anos de prisão. O processo foi apresentado numa segunda-feira, e na quarta-feira, o Tribunal emitiu o acórdão determinando a nova sentença.

Após o Tribunal de Relação, em Angola, existem o Tribunal Supremo e o Constitucional para o último recurso. De acordo com informações, neste caso, a cantora Neth Nahara terá que cumprir a nova sentença sem a possibilidade de recurso.

De referir que a cantora apareceu no vídeo, que foi muito partilhado nas redes socias, a ofender “de forma grosseira” o Presidente da República João Lourenço, acto que constitui crime à luz do Código Penal Angolano.

A influenciadora digital tem estado envolvida em vários escândalos e polémicas nos últimos meses com diversas figuras públicas e políticas do País.

No tribunal e após condenação, a arguida mostrou-se bastante arrependida e pediu perdão ao PR antes de ser encaminhada para a Comarca de Viana.

“Sua excelência, PR João Lourenço, sinto muito pelo ocorrido, estou bastante arrependida e peço a sua clemência”, suplicou “Neth Nahara” na ocasião.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido