1.° de Agosto vence Kabuscorp e apura-se para as meias-finais da Taça
1.° de Agosto vence Kabuscorp e apura-se para as meias-finais da Taça
priii agosto

O 1.° de Agosto apurou-se este domingo para as meias-finais da Taça de Angola em futebol, após vencer o Kabuscorp do Palanca, por 2-0, em jogo dos quartos-de-final, disputado no estádio França Ndalu.

Os golos que qualificam o clube “militar” foram apontados por César Cangué, aos sete minutos, e Melono Dala, aos 71 minutos. A formação do R/20 defronta o Petro de Luanda nas meias-finais, na quarta-feira.

Os “tricolores” eliminaram hoje o Desportivo da Lunda Sul com triunfo de 1-0, no estádio 11 de Novembro, na capital do país. O Petro de Luanda é o detentor do troféu.

Os “rubro-negros” abriram o activo logo aos sete minutos, numa jogada em que César Cangué aproveitou a distracção dos defensores oposto e rematou para o golo, sem dar hipótese de defesa ao Lando.

A turma do Palanca esteve próxima de empatar, aos 14 minutos, num lance em que Henock chuta de fora de área obrigando o guarda-redes Mig a espalmar a bola para canto.

Apesar da desvantagem (0-1), o Kabuscorp dominava o duelo, aparecendo sucessivas vezes em situações privilegiadas, mas as bolas tomavam rumo incerto.

Já na recta final dos 45 minutos, os visitantes voltaram a dar outro sinal de perigo, num ataque em que Merdí, de costa dentro da área contraria, fez um remate à meia-volta que passou a centímetros da baliza “agostina”.

No reatamento, houve um ligeiro equilíbrio inicial, mas rapidamente os “militares” se superiorizaram, chegando ao segundo tento aos 71 minutos, por meio de grande penalidade cobrada por Melono.

O lance de pénalti foi conseguido por César Cangué, que apareceu na área e rematou para defesa insegura de Landú, na recarga, o mesmo foi travado em falta, dentro da área, jogada que o árbitro Feliciano Lucas considerou grande penalidade.

Oito minutos depois, o mesmo cenário aconteceu a favor do Kabuscorp. O avançado Benafra foi importunado, merecendo pénalti.

Chamado a cobrar, atirou à figura do guarda redes Mig, perdendo a hipótese de reduzir a desvantagem (0-2).

Siga-nos
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
error: Conteúdo protegido