Agente da Polícia mata menor de 12 anos em Zango 8000 após noitada de bebedeira
Agente da Polícia mata menor de 12 anos em Zango 8000 após noitada de bebedeira
zango

Um segundo subchefe da Polícia Nacional, Nelson Manuel Mendes, também conhecido como “Ben Jonce”, de 49 anos, atirou à queima-roupa contra um menor de 12 anos na centralidade de Zango 8000, localizada no município de Icolo e Bengo, em Luanda, após acordar numa residência estranha depois de uma noitada de bebedeira.

O incidente, segundo o portal Na Mira do Crime, ocorreu no último domingo, 07 de Julho, no Bloco J, Centralidade 8 Mil, Prédio J-60, 2º andar, apartamento 021, sem motivos aparentes, após o agente ter passado a noite na residência de uma amiga, depois de ambos terem estado a conviver num bar.

Na manhã de segunda-feira, 08, um vídeo viralizou nas redes sociais mostrando um agente do Ministério do Interior disparando fatalmente contra a vítima.

Segundo informações, ao acordar em uma casa desconhecida e, em estado de confusão, Nelson Manuel Mendes, “Ben Jonce”, disparou contra a cabeça do menor Sandro Gola Manuel, de 12 anos, com uma arma de fogo do tipo Star, que já foi apreendida pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC).

De acordo com a mãe da vítima, Gersia Pita Gola, o incidente ocorreu na madrugada de domingo, 07, durante as celebrações do seu aniversário num bar local. Por volta das 3 horas da manhã, Gersia convidou a amiga Manuela e Ben Jonce, devido à hora tardia e ao estado de embriaguez do agente, a passarem a noite em sua casa.

No interior da residência, o agente dormiu na sala, enquanto Gersia e os filhos ficaram em um quarto, e Manuela e sua irmã em outro quarto separado. Por volta das 6 horas da manhã, o assassino acordou confuso e armado, batendo nas portas dos quartos e exigindo sair. Em meio ao escuro, Gersia tentou acalmá-lo, mas ele ameaçou disparar e, ao contar até três, efetuou um disparo que atingiu fatalmente Sandro Gola Manuel.

Nádia Gola, tia da vítima, relatou que estava a cuidar dos sobrinhos enquanto Gersia e as amigas celebravam no bar. Nelson, apresentado por Gersia como amigo, chegou embriagado e adormeceu vestido e calçado. Após o disparo fatal, ele tentou efetuar outro disparo, mas foi impedido por Manuela, que lutou com ele. Com os gritos, os vizinhos acudiram e conseguiram neutralizá-lo.

Os efetivos do SIC, localizados nas proximidades, rapidamente se deslocaram ao local, realizaram a perícia, removeram o corpo e detiveram o acusado. Nelson Manuel Mendes, que ocupa o cargo de Especialista da Brigada de Informação Policial (BINFOP) no Comando Municipal de Belas, Esquadra do Quenguela, está agora sob custódia enquanto as investigações continuam.

Siga-nos
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
error: Conteúdo protegido