Exame multimédia para obtenção da carta de condução entra em vigor na próxima semana
Exame multimédia para obtenção da carta de condução entra em vigor na próxima semana
CGPN

Os exames multimédia para a obtenção da Carta de Condução entram em vigor a próxima semana, anunciou, esta sexta-feira, 26, em Luanda, o comandante-geral da Polícia Nacional, Arnaldo Carlos.

Arnaldo Carlos, que falava à imprensa no final da 1ª sessão ordinária do Conselho Nacional de Viação e Ordenamento do Trânsito (CNVOT), orientada pela Vice-Presidente da República, Esperança da Costa, disse que a medida visa reduzir o índice de sinistralidade rodoviária no país.

“Os procedimentos para a implementação dos referidos exames já estão criados. A introdução da prova multimédia é uma das várias estratégias do CNVOT para reduzir o número de acidentes rodoviários”, salientou.

Dados das autoridades indicam que o país registou, em 2023, 14 mil e 429 acidentes de viação, mais 1.069 em relação ao período homólogo de 2022, que provocaram três mil e 121 mortes (mais 1.069) e 17 mil e 902 feridos (+122), na sua maioria peões e passageiros, na faixa etária dos 16 aos 46 anos.

Para o comandante-geral da Polícia Nacional, a inobservância das regras do código de estrada, associadas às infra-estruturas rodoviárias e ao mau estado técnico dos veículos são as principais causas dos acidentes.

Por isso, prosseguiu, considera-se imperioso e urgente a introdução do exame multimédia, por ser mais rigoroso na avaliação das competências das pessoas, o que vai ter grande impacto na redução dos acidentes rodoviários, bem como na perda de vidas e bens materiais consideráveis.

“A introdução do exame multimédia vai aumentar, também, nos mais variados sectores ministeriais, as campanhas de sensibilização e educação da população sobre as responsabilidades a ter no uso de veículos e das vias. De igual modo, será implementado o novo sistema de radar inteligência, um instrumento importante nas estratégias do CNVOT para baixar os índices de sinistralidade”, acrescentou.

Iluminação pública

Na ocasião, o secretário de Estado para Energia, António da Costa, informou que, em 2023, no âmbito da primeira fase do projecto, foram instalados quatro mil postos de iluminação em várias estradas do país, num investimento do Executivo avaliado em um bilhão de kwanzas.

Esclareceu que, nesta segunda fase, o projecto de iluminação vai contemplar 52 vias com nove mil lâmpadas, num investimento de seis mil milhões de kwanzas.

Avançou que o troço entre a ponte do 25, no município de Viana, e Cacuaco, apesar dos actos de vandalização que tem sido alvo, está a beneficiar de obras de restauração, no valor de 85 milhões de kwanzas.

Obras públicas

Por seu turno, o secretário de Estado das Obras Públicas, Manuel Molares, fez saber que o Governo aplicou Kz 3,6 bilhões na recuperação de algumas vias a nível do país, no âmbito do quinquénio 2023 -2027.

Durante o encontro, os membros do conselho analisaram o Plano Nacional de Prevenção e Segurança Rodoviária (PNPSR) para o período 2023 – 2027.

Criado ao abrigo do Decreto Presidencial n.º 18/13, de 15 de Abril, o Conselho Nacional de Viação e Ordenamento do Trânsito é o órgão de consulta do Titular do Poder Executivo em matérias relativas à viação e ordenamento do trânsito a nível do país.

Compete ao órgão, entre outras atribuições, promover a segurança do trânsito rodoviário e propor a aprovação de leis e de medidas destinadas a resolver os problemas do trânsito.

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido