Responsável da empresa Barco Trading detido por desvio de 730 milhões de kwanzas
Responsável da empresa Barco Trading detido por desvio de 730 milhões de kwanzas
kwanzas21

O responsável da área do património da empresa Barco Trading Angola foi detido esta semana pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) na província da Huíla, acusado de desviar 730 milhões de kwanzas.

De acordo com informações obtidas pelo Imparcial Press, o detido é um cidadão ugandês de 44 anos que ocupou a posição de responsável pelo património da empresa durante seis meses, de Novembro de 2023 a Abril de 2024.

O porta-voz do SIC na Huíla, inspector Segunda Quitumba, informou que o proprietário da empresa, que faleceu há dois meses na África do Sul, tinha designado o suspeito para adquirir uma viatura destinada ao transporte de produtos, além de comprar residências para os funcionários e material publicitário para as províncias do Namibe e Benguela.

No entanto, o responsável nunca cumpriu essas orientações, desviando os fundos para outros fins. “Durante o interrogatório, o suspeito alegou ter sido vítima de uma burla por terceiros, o que ainda está por confirmar”, explicou a fonte.

A Barco Trading Angola, com sede no Lubango, na província da Huíla, é uma subsidiária do Pan African Tobacco Group, fundado pelo ex-refugiado ruandês Tribert Rujugiro.

Este conglomerado, que iniciou a sua actividade na década de 1990, produz várias marcas de cigarros, incluindo Yes, Supermatch, SPM Classic, SPM Player, Forum (Mentolado) e Forum (Sky Blue).

O grupo, conhecido por manter uma estrutura familiar, é o maior produtor africano de tabaco e compete com os maiores produtores mundiais.

A sede do Pan African Tobacco Group está localizada no Dubai, e a empresa possui outras seis fábricas no continente africano, situadas no Burundi, Uganda, África do Sul, Nigéria, Tanzânia e República Democrática do Congo.

Siga-nos
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
error: Conteúdo protegido