Roderick Nehone lança “Benito de Angola – O Pintor do Cristo Moreno”
Roderick Nehone lança "Benito de Angola – O Pintor do Cristo Moreno"
Roderick nehone

Benito de Angola – O Pintor do Cristo Moreno” é o título da obra lançada ontem, quinta-feira, 4 de julho, no Museu Nacional de História Militar, em Luanda, pelo escritor Roderick Nehone, pseudónimo literário de Frederico Manuel dos Santos e Silva Cardoso.

Sob chancela da editora Mayamba, a obra de 304 páginas – subdivida em 35 capítulos – traz à tona a história do jovem Benito, que é capturado aos 17 anos, em Angola, e enviado para o Peru, passando pela Índia e Colômbia, para servir como escravo.

O escritor afirmou que com este romance se propôs a fazer um exercício de redenção através da pesquisa histórica, durante cerca de doze anos, e da ficção, de um ser humano nascido no território que hoje ocupa a República de Angola, que foi tratado como coisa na época em que viveu, por aqueles que o tornaram cativo e acabaram com a sua liberdade.

“Reza a história que no século XVII um escravo angolano pintou a imagem de Cristo numa das paredes de uma confraria em Lima, a capital do Peru, um país da costa pacífica da América do Sul. Diz-se, também, que o escravo era analfabeto e não tinha noções de artes plásticas. As referências sobre este escravo começam e terminam aí. Nada mais se diz! Contudo, a imagem pintada por ele começou a ser venerada inicialmente por outros escravos como ele e depois até pelos colonizadores espanhóis”, disse.

O escritor adianta que houve vários terramotos naquela cidade, que derrubaram casas, casarões e mansões, mas aquela parede onde estava o seu Cristo moreno nunca caiu.

“Depois de me deparar com aquela história, decidi dar conteúdo à vida apagada daquele homem angolano, só porque era escravo, ou seja, era considerado pelos seus opressores como apenas um mero instrumento que falava”.

Concluiu que “assim, depois de ter investigado como se vivia em Angola naquela altura, decidi identificar um lugar para o seu nascimento, dar-lhe um nome, uma família, revelar a sua cultura, relatar as peripécias e vicissitudes à volta da sua captura, a travessia do oceano Atlântico, até chegar ao Peru. Para saber o resto, endereçamos-vos um convite à leitura da obra”.

Perfil do autor

Roderick Nehone, pseudónimo de Frederico Manuel dos Santos e Silva Cardoso, nasceu em Luanda, a 26 de Março de 1965. Em 1989 concluiu a licenciatura em Direito na Universidade Central de Las Villas, Cuba, e foi docente da Universidade Agostinho Neto, em Luanda, de 1991 a 2004. É membro da Ordem dos Advogados de Angola, da União dos Escritores Angolanos (UEA) e da Academia Angolana de Letras.

Exerceu vários cargos, entre os quais Assessor Jurídico do Secretariado de Conselho de Ministros, Vice-Ministro da Educação para a Área da Cultura, sendo neste momento Secretário do Conselho de Ministros da República de Angola, Ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República. Actualmente é o embaixador extraordinário e plenipotenciário da República de Angola no Reino da Arábia Saudita.

Das suas obras publicadas constam “Génese” (poesia, INALD 1996), “Estórias dispersas da vida de um Reino” (contos, União dos Escritores Angolanos, 1996), Prémio Sonangol de literatura, “O ano do cão” (Romance, Nzila, 1999), Prémio Sonangol de Literatura, “Peugadas de musa” (poesia, 2001), “Tempos sem véu” (romance, Nzila, 2003).Em 2008 lançou “Uma bóia na tormenta” (contos), “Catador de bufunfa” (novela, 2012), “Kid kamba recupera o quadro roubado” (infanto-juvenil, 2003), “Kid Kamba liberta a Kianda e salva Luanda” (infanto-juvenil, 2003), “Kid kamba na TV, (infanto-juvenil, 2014), “Kid Kamba no dia em que Luanda ficou sem petróleo” (infanto-juvenil, 2014), “Filho querido” (União dos Escritores Angolanos, Textos Editores, 2015), “A carteira Luísa Dylon e outros contos” (2016), e “Caimaneros” (Editora Guerra & Paz, em 2020).

Siga-nos
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
error: Conteúdo protegido