Presidente do Tribunal de Contas em via de pedir demissão
Presidente do Tribunal de Contas em via de pedir demissão
TContas

A juíza conselheira presidente do Tribunal de Contas, Exalgina Renée Vicente Olavo Gambôa, foi recentemente convidada a colocar o cargo a disposição devido as grandes irregularidades que tem vindo a cometer na instituição que dirige.

Segundo as informações veiculas pelo Club K, no passado mês de Janeiro, a juíza foi convidada a comparecer, amigavelmente, na Comissão de Disciplina, Ética e Auditoria do MPLA, na qual foi-lhe transmitida o recado que deveria colocar o cargo a disposição face a investigações que pesam sobre si e uma interdição de sair do país.

Revoltada, Exalgina Gambôa – comadre e sócia da primeira-dama da República, Ana Dias Lourenço – deixou claro que não renunciará o cargo e que iria cumprir o mandato até ao fim.

No seguimento da evolução da situação, a juíza terá sido abordada por um outro grupo interno sobre o tema em causa. Já aqui não manifestou resistência, havendo informações de que respondeu que iria primeiro se aconselhar com a família e só depois tomaria uma decisão.

São apontados desabafos seus, reconhecendo erros que poderiam ser evitados desde que se tornou presidente do Tribunal do Contas. A juíza remeteu os erros a terceiros (entenda-se assessores).

Antiga deputada do MPLA, Exalgina Gambôa está no cargo desde Junho de 2018, depois de escolhida num concurso público em que o verdadeiro vencedor foi colocado de parte. Foi designada por João Lourenço, mas, de acordo com a Constituição, este não tem competências para exonera-la do cargo.

Tema relacionado: Presidente do Tribunal de Contas impedida de sair do país

Siga-nos
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
error: Conteúdo protegido