Silvestre Tulumba (menino do palácio) quer 25% da UNITEL
Silvestre Tulumba (menino do palácio) quer 25% da UNITEL
JL e tulumba

Ex-membro do Comité Central do MPLA, Silvestre Tulumba apontado como um dos maiores devedores do Banco de Poupança e Crédito (BPC), apresta-se a apresentar uma oferta de 250 milhões de dólares por 25% da participação da Sonangol na UNITEL.

Segundo o África Monitor, em meios do sector das telecomunicações e da própria Unitel, tem vindo a crescer a convicção de que o processo de privatização da empresa está a ser conduzido de forma a que seja o consórcio de Silvestre Tulumba a ficar com a participação actualmente detida pela Sonangol.

O governo, avança a fonte, havia inicialmente anunciado a intençã o de lançar um concurso internacional para privatização. A Unitel é considerada um “activo estratégico”, detendo uma quota de mais de 2/3 do mercado, que recentemente tem vindo a erodir-se devido ao crescimento da nova concorrente Africell.

Após o confisco das acções de Isabel dos Santos e do General Leopoldina do Nascimento, o Estado detém 100% da empresa (50% via Sonangol), a aquisiçã o de 25% do capital seria suiciente para um accionista privado com boas ligações ao regime controlar a empresa.

A manutenção da empresa em “mãos angolanas” seria também apresentada como um sucesso do programa de privatizações do Governo. Apesar de ser notada uma degradação da qualidade do serviço nos últimos anos, a Unitel mantém-se como lı́der de mercado e lucrativa, distribuindo dividendos pelos accionistas.

De realçar que em Outubro do ano transacto, através de Decreto, o Presidente da República, João Lourenço, nacionalizou – a custo zero – cerca de 50% das participações que eram detidas pelas empresas “Vidatel Limited”, de Isabel dos Santos, e “GENI SA”, do general Leopoldino Fragoso do Nascimento, no capital social da UNITEL SA, correspondente a 25% cada uma.

Tão logo que a informação tornou-se pública, Silvestre Tulumba accionou os seus contactos à nível da “Cidade Alta” a fim de adquirir uma parte – ao preço de banana – das participações da UNITEL SA.

Segundo fontes fidedignas do Imparcial Press, o menino do palácio [como actualmente é apelidado nos bastidores o empresário] manteve vários contactos com o ministro do Estado e director do gabinete do Presidente da República, Edeltrudes Maurício Fernandes Gaspar Costa, no sentido de facilitar o processo então logo que for anunciado a venda das participações.

Curiosamente, ontem, sexta-feira, 18, em Oslo, Noruega, o governo anunciou que vai abrir um concurso internacional para novos accionistas da empresa de telecomunicações Unitel.

Estranhamente o anúncio foi feito pelo ministro dos Recursos Naturais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, ao invés do porta-voz da Presidência angolana.

Temas relacionadas:

Silvestre Tulumba “agraciado” com 25% das acções da Unitel, SA. – O empresário do MPLA conta com o apoio presidencial

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido