Hélio Aragão sob inquérito
Hélio Aragão sob inquérito
helio aragao

Um inquérito administrativo a uma denúncia de alegado assédio sexual, feita por uma mulher, que se diz funcionária da Administração do Distrito Urbano do Kilamba, contra o administrador Hélio Aragão dos Santos, foi aberto, na quarta-feira, 31 de Maio, pela Administração do Município de Belas.

O inquérito está a cargo de uma comissão criada pela Administração Municipal de Belas, que, num despacho, considerou a denúncia de assédio sexual “uma alegada situação que fere o bom nome das instituições do Estado e a dignidade humana”.

No documento, a Administração do Município de Belas prometeu que, depois de averiguados os eventuais factos apresentados pela denunciante, vai ser apresentado um relatório e dado o devido tratamento nos termos da lei.

A comissão de inquérito foi criada porque a denúncia, segundo o documento, põe em causa a imagem do administrador do Distrito Urbano do Kilamba, Hélio Aragão dos Santos.

A denunciante diz chamar-se Eva Filadélfia Xavier Ganga e apresenta-se como antiga directora do gabinete do ex-administrador do distrito, Murtala Marta.

Na denúncia, que viralizou nas redes sociais, Eva Ganga alega que, já na gestão do novo administrador, recebeu e aceitou o convite para ser a secretária de Hélio de Aragão dos Santos.

O convite foi aceite por ela não ter manifestado vontade de trabalhar na administração da comuna de Quenguela, para onde seria transferida, por considerar a zona muito distante da sua área de residência e sem sinais de desenvolvimento urbano.

Na denúncia, a mulher conta, ao pormenor, as duas tentativas de assédio e abuso sexual que diz terem sido praticadas por Hélio Aragão, no seu gabinete de trabalho.

A mulher refere que o convite para ser secretária de Hélio Aragão foi feito pelo próprio e adianta que aceitou com a condição de continuar a ter o salário que recebia quando era a directora de gabinete do ex-administrador.

O combinado, como alega a denunciante, foi de que ela receberia em mãos uma parte do salário, cujo valor não mencionou na denúncia pública.

“Acontece que, sempre que chegava o dia para me pagar, ele pedia para aguardar até ao fim do dia, às 19 horas, quando mais ninguém estava na Administração”, lê-se no texto que circula nas redes sociais.

Hélio de Aragão já terá sido ouvido

O administrador do Distrito Urbano do Kilamba, Hélio Aragão, já terá sido ouvido na quinta-feira, 1, pela comissão de inquérito, criada pela Administração Municipal de Belas.

Parco em palavras, o administrador do Distrito Urbano do Kilamba disse que não podia falar, por enquanto, sobre o assunto, por estar a decorrer um inquérito.

Segundo as informações, a mulher que, através das redes sociais, acusa o administrador de assédio sexual ainda não apresentou à queixa-crime as autoridades competentes.

in JA

Siga-nos
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
error: Conteúdo protegido