Tribunal condenada “sequestradora de criança” a cinco anos de prisão
Tribunal condenada "sequestradora de criança" a cinco anos de prisão
Tribunal da Comarca de Menongue

O Tribunal de Comarca de Menongue condenou, ontem, a cidadã Justina Alice, de 32 anos, a pena de cinco anos de prisão efectiva, por ter sequestrado um bebé recém-nascido, em Setembro do ano passado.

A sentença foi declarada pelo juiz presidente Jones Paulo, que condenou, ainda, a sequestradora ao pagamento de 52.800 kwanzas de taxa de justiça e 15 mil kwanzas de emolumentos ao defensor oficioso.

De acordo com dados da sentença, no dia 1 de Setembro de 2023, Justina Alice dirigiu-se à Maternidade Provincial do Cuando Cubango, alegando que estava gestante e, posta na sala pós-parto, encontrou a parturiente Natália Mutango com seu bebé, pediu para pegar e acabou por fugir.

Segundo a acusação, Justina Alice disse ao namorado que estava grávida e, durante nove meses, amarrou panos sobre a barriga, como se estivesse em estado de gestação.

A condenada, no nono mês saiu de casa, e disse ao namorado que ia à consulta porque se sentia mal, na mesma altura que sequestrou a criança. Justina Alice confirmou ter cometido o crime, tendo ficado com a criança durante 24 horas.

Os responsáveis da maternidade denunciaram o caso ao Serviço de Investigação Criminal (SIC) que deteve a condenada nos arredores da cidade de Menongue.

Natália Mutango, de 22 anos, mãe da criança, mostrou-se satisfeita com a sentença aplicada à Justina Alice, tendo sublinhado que a justiça foi feita.

in JA

Siga-nos e deixa um:
fb-share-icon0
Tweet 5k
Pin Share20

Compartilhar:

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook0
Twitter
Visit Us
Follow Me
LINKEDIN
INSTAGRAM
error: Conteúdo protegido